Falas de Weintraub

O que vale mais: o direito de expressão ou a ofensa dirigida a outrem?

Pois então, após a divulgação da polêmica reunirão do dia 22 de abril, todos viram pela tv a indignação do ex-Ministro da Educação ao se referir aos ilibados Ministros do STF.

Importante frisar que a referida reunião era de caráter institucional, não havia naquele momento informações de que a reunião seria divulgada nacionalmente, vindo a ser exibidas as imagens e sons nos principais meios de comunicação.

Ademais, também vale lembrar que quem mandou retirar o sigilo do vídeo foi o Excelentíssimo Senhor Ministro Celso de Melo.

Então mais parece uma arapuca. Se a democracia que os Ministros do STF pregam é essa, de impedir o direito de expressão, há que informá-los que isso se parece mais com censura, pratica habitual no tempo da ditadura.

Não é certo ofender as pessoas, temos vários diplomas legais que defendem a minoria, direitos fundamentais, etc. Mas vamos falar sério, que tem coragem suficiente de xingar os ilibados ministros do STF de “vagabundos que deviriam estar presos”.

Meu caro ex-Ministro Weintraub, você representa muita gente, mas nesse momento é bom maneirar com a fala e procurar um advogado, pois, a censura do STF está em patamar ditatorial.

Se algum Ministro do STF, por acaso, ver essa matéria, sugiro que leiam o título de uma matéria do UOL disponível no link: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/05/26/ministro-de-operacao-contra-witzel-ja-foi-delegado-e-e-1-negro-no-stj.htm, cujo o título é Ministro de operação contra Witzel já foi delegado e é 1º negro no STJ.

Chamar alguém de negro não é ofensa, não é discriminar? um dos sentidos da palavra discriminar não é diferenciar? o UOL chamando o Ministro do STJ de negro não é uma forma de diferenciá-lo dos outros? Fica a dica aí Ilibados Ministros do STF.

A imprensa pode chamar alguém de negro, e o cidadão comum? Bolsonaro pode chamar um ministro de primeiro ministro negro. Tenho certeza de que se caso alguém do governo dissesse uma frase dessa, aiaiaiaia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *